UNESCO

Tradutor

segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Amnistia Internacional convoca manifestações contra Trump no Reino Unido


A Amnistia Internacional convocou para hoje manifestações em várias cidades britânicas em protesto contra as políticas decretadas pelo presidente dos Estados Unidos e que afetam cidadãos de sete países de maioria muçulmana.


Os protestos vão começar às 18h00 frente à residência oficial da chefe do Governo, em Downing Street, Londres, mas há manifestações que vão decorrer em Edimburgo, Cardiff, Swansea, Manchester, Liverpool, Brighton e Bristol.
O presidente norte-americano, Donald Trump, proibiu na sexta-feira a entrada nos Estados Unidos de portadores de passaportes emitidos na Líbia, Sudão, Iraque, Somália, Síria, Iémen e Irão.
A nova medida migratória afeta igualmente cidadãos com estatuto de refugiado e anula os vistos de 90 dias a todos os indivíduos oriundos dos sete países de maioria muçulmana.
De acordo com a Amnistia Internacional, espera-se que durante as manifestações de protesto participem, entre outros, o ex-líder trabalhista Ed Milliband e a cantora Lily Allen.
A diretora da Amnistia Internacional, Kate Allen, disse que a Administração dos Estados Unidos está a prejudicar pessoas que "fogem de torturadores e assassinos" e que as manifestações demonstram a profundidade da revolta e da frustração que se sente no Reino Unido.

Assim se vê um pouco da revolta a escala mundial contra as ações de Donald Trump, um presidente sem qualquer sentido de responsabilidade, achando que a America lhe pertence como se fosse um brinquedo de sua infância.
Extraído do side:https://www.noticiasaominuto.com/mundo/732075/amnistia-internacional-convoca-manifestacoes-contra-trump-no-reino-unido

Este tipo de revolta ainda esta em estado embrião,se não 
houver uma moderação deste homem que esta a ser odiado pelas suas ações a nível mundial, haverá um começo de uma guerra fria e muito sangrenta tal como foi feita com os índios, mas desta vez com os filhos adotados por esta nação Americana.
Assim vos digo a todos os leitores de eleição por Deus deste jornal, por ordem de Deus foi dito "façam para vos fazerem", são palavras forte mas reais perante o grande e soberano Deus dos exércitos nosso Pai celeste. 

O SACERDOTE E JORNALISTA: CARLOS DIAS. 

Sem comentários:

Enviar um comentário